Nossas experiências não nos limitam

Nós somos o resultado do que vivemos: Provavelmente você já deve ter lido ou escutado uma frase parecida, mas será que realmente somos o resultado das experiências vividas? Será que não podemos mudar o impacto que elas têm sobre nós?

De fato as diversas experiências vivenciadas no decorrer da vida deixam marcas (positivas ou negativas) que acabam nos definindo. Isso porque desde o útero materno, as experiências que vivemos são de extrema importância para o nosso desenvolvimento cognitivo e emocional, pois são elas que vão moldar a nossa personalidade e jeito de ser.

No entanto, depende de nós escolher se essas marcas vão nos limitar, sendo usadas como justificativa para os nossos comportamentos ou se servirão de ferramentas para nos fortalecer.
Transformação a partir da experiência

Não passamos ilesos pelos acontecimentos da vida, eles nos transformam, mas não nos limitam. Muitas pessoas podem ficar aprisionadas e limitadas ao fato de serem separadas, terem sido abandonadas na infância, terem perdido uma pessoa importante e acabam vivendo nessa modalidade por muito tempo.

As nossas vivências ajudam a definir nosso caráter, mas cada pessoa fará a sua interpretação do ocorrido e consequentemente reagirá de modo diferente à situação. Por exemplo, uma pessoa vítima de bullying pode se tornar tímida e insegura para o resto da vida, e outra pode usar o ocorrido para sentir-se forte e capaz de superar qualquer dificuldade.

Da mesma forma, a chegada de um filho pode ser capaz de mudar de forma muito positiva a vida de um casal, pode dar um novo propósito e até mudar o significado da vida de algumas pessoas, já para outras pode ser um choque e significar algumas perdas (da família, do parceiro ou de trabalho).
Estamos em constante transformação

Somos constantemente influenciados e afetados pelo ambiente a nossa volta, estamos sempre mudando de acordo com novas experiências vividas. Precisamos ter consciência de que sempre vai acontecer algo marcante, mas que no final das contas a vida tem o peso que a gente dá para ela.

Somos constantemente influenciados e afetados pelo ambiente a nossa volta, estamos sempre mudando de acordo com novas experiências vividas. Precisamos ter consciência de que sempre vai acontecer algo marcante, mas que no final das contas a vida tem o peso que a gente dá para ela.

Portanto é possível viver uma situação pesada de forma leve, ou viver de forma pesada uma situação leve, a escolha é e vai depender da forma que você escolher olhar para a situação e a da cor que você quiser dar para a vida. Entenda que você tem outras qualidades, outros pensamentos e pode ser mais do que um estigma. A base desse entendimento é o autoconhecimento, ele vai te ajudar a entender qual posição você quer ter diante da vida, como quer ser visto pelos outros e qual a importância que o seu passado, os momentos vividos e as experiências adquiridas vão ter na sua vida.

0 respostas

Deixe uma resposta

Deseja participar da discussão?
Fique á vontade para contribuir!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *